quarta-feira, 1 de outubro de 2008

desabafo




AAAAAAAAAAAAAAAH!
Peço licença aos leitores desse blog (existe leitores desse blog?) Tá, mas da mesma forma, peço licença a você amigo diário, para um momento de extremo desabafo.
A princípio, tá parece que eu estou alegre contente, com as minhas gargalhadas estridentes, mas não sabem que isso é só um momento que esqueci a minha raiva (sei lá, raiva é muito forte, mas foi a primeira coisa que veia na cabeça) e também é uma forma de adiar esse aperto dentro de mim. Sabe quando tu ta assim com o coração apertado, aquela coisa quer sair pela garganta mas fica por ali mesmo engasagado, ah sei lá, isso é totalmente relativo, acho que só acontece com pessoas emotivas. "As pessoas" - vamos falar com as pessoas, de um modo geral, mas amigas não se incluam nessa - elas falam para nós entendermos, mas poxa será que se elas estivessem no meu lugar ela entenderiam? JAMAIS! Que droga, pior é que eu tenho que aceitar e fingir que tá tudo bem, como se estivesse totalmente confortável com a situação. Tá, eu sei que se eu tivesse no lugar "delas" eu iria ficar muito feliz e não daria nenhuma importancia para esse detalhe (de que há uma pessoa que se importa com isso) e não mudaria nada. Mas queria que por um momento elas tivessem no meu lugar para sentir o que estou sentindo. Pior se eu tento expor esse sentimento que tanto me encomoda eu não consigo falar exatamente o que está passando aqui dentro. MERDA! Não sei a palavra "MERDA" ameniza esse aperto. Desculpe, se passou alguém aqui, ou se esperavam alguma coisa bonitinha, ou se não esperavam nada pois entraram por engano.


Obrigada.

Um comentário:

thiago. disse...

Tá escrevendo bem hein?
quem diria!

:)