terça-feira, 17 de novembro de 2009

Felicidade.



Um sorriso, uma palavra, um gesto, um nascer do sol. Em coisas simples é encontrado um sentimento que muitos buscam em coisas tangíveis. Um sentimento muito procurado, muito desejado e de difícil acesso para os que não sabe onde encontrar. Um sentimento mutuo, prazeroso, que nos faz sentir leve e nos leva para "aquele" mundo. Um mundo baseado no príncipio, "Você pode viver, não simplesmente existir". Um mundo de que brincadeiras não são vistas só como atitudes de criança mas que fazem parte do mundo dos grandes, daqueles que não encontram, sozinhos, o tal sentimento. Um mundo em que a Felicidade é obrigatória se passar a diante. O mundo onde se encontra o sentimento que ninguém sabe explicar, claramente, de onde surgiu, e como surgiu. Sabe-se que é o sentimento mais procurado desde o início de tudo. Sabe-se também que sem o mesmo não se vive bem. Na verdade o sentimento não se encontra só "naquele" mundo, se encontra em qualquer canto do nosso mundo. Se encontra no simples abrir e fechar de olhos em mais um dia de vida, na brisa que percorre nossos rostos, no sol que aquece nossa pele, nas flores que colorem nosso dia, nos pássaros que montam uma agradável trilha sonora e no amor que nos envolve a cada dia, amor sincero e verdadeiro ao próximo. A Felicidade se encontra em pequenos gestos, no simples sorrir com a vontade e ousadia de chegar até "aquele" mundo até virar cidadã honorária.


Um comentário:

Bruno disse...

Olha só !
hahahaa

tô bobo aqui, hahaa